sábado, 10 de julho de 2010

Abatida


E lá vamos nós
angustiados e feridos
tentando aplacar nossa dor

Será que quero me apaziguar?

Nos encontros
nos desencontros
nos olhares doloridos

Parece que nada acalma
a dor abre mais cada chaga

E entrego-me aos pedaços...


Perséfone Hades

Publicado em: http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_textos_autor.php?cdEscritor=1077

6 comentários:

  1. A entrega...
    A purgação...
    A catarse...
    Não jogar para baixo do tapete nossas dores e nos apropriarmos do que é nosso, com responsabilidade...Por mais que doa...
    Olhar de frente o infortúnio, recolher os pedaços, sacudir a poeira e tecer algo novo, transmutar... Algo nosso nascerá...

    Tenha um dia de renovação e paz!

    Linda foto!!!

    ResponderExcluir
  2. desistir ou perseverar? na dor, nada é previsível

    ResponderExcluir
  3. A dor abre ainda mais a chaga...
    e faz o sangue jorrar como se nunca estivesse livre no corpo...
    mas é a dor que nos faz valorizar a alegria e a vitalidade de um amor passado...
    e compreender que os amores futuros não precisarão passar por isso.
    Belissimo texto!
    bjossss

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto ! Me emocionei... Parabéns ! Abçs

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita, é muito estimulante que meus textos estejam sendo apreciados pelas pessoas, acho que esta é a realização de todo autor.
Beijos no coração de todos e LUZ sempre...
Perséfone